Já ouviu falar naquela dor por dentro? Que você não sabe explicar? 

Já ouviu falar que no palácio, grande são os reis, e pequenos seus súditos?

Eu, rainha do meu eu interior, engoli um súdito esta noite;

Porque será? Boa pergunta. 
  
Engoli a seco, e ele esta se revirando dentro do meu corpo, está tomando conta de mim, e mostrando que sou escrava dos meus pensamentos redundantes, amedrontadores. 

Esta se revoltando dentro de mim. 

Não posso deixar que se transforme em um monstro, e acabe com meu dia. 

Mas você, camponês por que me olha com esses olhinhos que só você tem? 

Porque me segura tão firme em suas mãos, e tenta arrancar este quase monstro de dentro de mim enquanto minhas tremulas mãos estão geladas? 

Por que fazes questão de que eu segure as tuas? 

Olha, ele está tão tranqüilo agora. Sinto que dorme trancafiado em algum lugar onde eu tenho certeza que não conseguirei arrancá-lo agora.